terça-feira, 23 de março de 2010

QUEM QUER COMPRAR LINDOS GATOS EM TRAPILHO!!??:o)


[Gato que brincas na rua]
Como se fosse na cama,
Invejo a sorte que é tua
Porque nem sorte se chama.
Bom servo das leis fatais
Que regem pedras e gentes,
Que tens instintos gerais
E sentes Só o que sentes.
És feliz porque és assim,
Todo o nada que és é teu.
Eu vejo-me e estou sem mim,
Conheço-me e não sou eu.
FernandoPessoa
 



















[Dois gatos, numa grande discussão,]
Qu'riam ambos um rato morto: «É meu!"
Dizia um. O outro dizia, "Não!"
Com o pelo eriçado e os olhos feios,
Assopraram Olharam-se, e um no outro
Enterraram como rodeios unhas, sem juros.
Mas uma gata velha vez, em uma de Açoite,
A demora golpes de vassoura sem
Pô-los ambos na rua, e «boa noite!»
Não, boa «noite» não, que estava frio;
Havia um vento de cortar a pele,
E, além disso, a neve caía um fio.
Com tanto frio logo esfriou o furor
Dos rivais, que saudades já Estavam
Da cozinha E o seu cheiro E o seu calor;
E, no degrau sentados, Tiritando,
Lá fizeram as pazes, e, quietinhos,
P'ra onde estavam trataram de ir Tornando.
Fernando Pessoa

http://povoadesantairia.olx.pt/a-mala-da-moda-iid-28158356

1 comentário:

Pedra do Sertão disse...

Adorei as imagens! Dia desses deixei um post em homenagem aos felinos...passe no blog para ver e comentar! abraço